POSSUÍDO

Um recrutador de Recursos Humanos chamou para a entrevista de emprego um dos candidatos que preenchera o formulário para concorrer à vaga. Ainda que desqualificado, o candidato chamou atenção pelo o que preencheu no campo em que deveria informar sua ocupação anterior: “possuído”.

Instigado pela curiosidade, o recrutador agendou a entrevista e nem perdeu tempo com perguntas introdutórias, reiterando apenas a pergunta para a qual já sabia a resposta e pela qual queria ouvir o candidato.

O senhor está trabalhando?

Não senhor, estou desempregado.

E o que o senhor fazia antes?

Eu era possuído.

Possuído?

Sim, possuído.

Desculpe, mas eu não entendi. Como assim, possuído? O que exatamente o senhor fazia?

Ué, quando o pastor invocava o demônio na igreja eu era o possuído. Trabalhei como possuído vários meses, até que tiveram que trocar de possuído porque todo mundo já me conhecia. Mas eu fui possuído. É como eu escrevi lá no papel do emprego. Eu era possuído.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: